Reunião das mulheres: 24/10

No sábado do dia 24/10, houve a reunião das mulheres da casa da irmã Marta. Dá só uma olhadinha como foi tudo lindo e delicado!!

Mais fotos.

Anúncios

Células: 5 a 10/10

Irmãos,

nas células dos dias 5 à 10/10, demos início ao tema do mês, que é “Andando em Santidade”. Nos dias em que vivemos, somos influenciados pela grande massa a viver uma vida comum, como a de todos a nossa volta. Porém, precisamos lembrar que devemos viver uma vida diferenciada, em santidade, uma nova vida em Cristo, separada para Ele. É tempo de zelarmos quanto a vida de santidade, pois a vinda do Senhor está próxima.
Uma das maiores tragédias que tem acontecido na presente geração que causa grande tristeza em Deus, é a existência de cristãos infelizes e amargos no meio da igreja. Embora cantem, sorriem e orem, por trás dessa fachada existe solidão e, por vezes, profunda miséria.

Por que não demonstramos o que realmente somos e temos tanto medo de demonstrar nossa fraqueza? Junte-se a nós para aprofundarmos mais neste assunto!

Mais fotos.

Célula: 28/9 a 3/10

Irmãos,

nas células dos dias 28/9 à 3/10, concluindo o tema do mês, descobrimos que o coração perfeito é quebrantável.
Quebrantamento é mais do que tristeza: muitos que choram e gemem diante de Deus não estão quebrantados. Tem a ver com muros derrubados – um homem sem defesa diante de Deus. Por isso, em pessoas quebrantadas, Deus derrama o poder de restaurar tudo o que está caído.
Como um exemplo de coração quebrantado, usamos Neemias. Depois de ouvir sobre a destruição em Jerusalém, chorar, orar e jejuar, foi até a cidade, viu com os próprios olhos a situação do povo e iniciou a obra de restauração com suas próprias mãos. Depois disso, reconheceu que foi a boa mão do Senhor que o levou a vitória.

Você pode ver as brechas da sua vida? Tem percebido que alguns cantos estão “em ruínas”? Quais áreas você está disposto a restaurar a partir de agora? Reflita sobre isso e muito mais conosco em nossas células.

Mais fotos.

Celebração dominical: 18/10

Texto base: Eclesiastes 3:1-8

Neste domingo a mensagem de Deus para nós começou com a seguinte questão: Qual é o propósito da nossa vida?

O texto de Eclesiastes diz que há tempo para todo propósito debaixo do céu, então existe um propósito específico para nossa vida!

O mundo em que vivemos muitas vezes nos rouba o propósito que devemos ter. Ao vivermos no “piloto automático” somos levados, muitas vezes, a viver os propósitos de outras pessoas.

Há tempo de plantar e tempo de colher. Para isso nós precisamos da semente, precisamos arar a terra e lançar a semente num ambiente propício para seu crescimento e isto dá trabalho! Depois nós devemos cuidar, regar e acompanhar o nosso trabalho na esperança que a semente germine, que a planta cresça e de muito fruto. Muitas vezes queremos colher os frutos sem termos plantado a semente, porém para termos acesso a estes frutos nós precisamos plantar, cuidar e esperar…

O propósito nos direciona, quando não temos um propósito uma simples decisão pode nos fazer parar, mas quando seguimos o propósito de Deus para nossas vidas sabemos bem para onde ir e o que fazer.

Em Marcos 14:32, Jesus estava triste pois estava se aproximando a hora de sua crucificação e mesmo tomado de pavor e angústia, orou pedindo que a vontade do Pai fosse feita e não a Dele. Ele tinha um propósito que era se sacrificar por nós e nos dar a Salvação.

O propósito nos leva a fazer as coisas com amor, pois sabemos que estamos fazendo a vontade de Deus.

Cada um de nós temos propósitos pessoais de Deus para nossas vidas que servem para somarmos ao corpo.

Você já sabe qual é o seu? Está disposto a perseverar e conhecer? Venha descobrir em nosso Centro de Formação Cristã – CFC.

Veja mais fotos aqui.

Celebração dominical: 11/10

Ei, galera!

Em nossa celebração dominical de 11/10, Doglas se baseou em 1Co 15:58. Em suas palavras, nos disse que devemos nos manter firmes, pois as lutas existem, o mundo não é fácil, e por mais que pensemos que o nosso sofrimento seja grande, devemos ser dedicados a obra do Senhor, pois esta nunca será em vão. Muitas vezes, queremos evangelizar lugares grandes e distantes, como a África, por exemplo, e muitas vezes a “África” é o nosso vizinho.
Assim, levou esta visão para as células. Ser um líder, abrir a casa e o coração, dedicar seu tempo, não é uma tarefa fácil. Aqueles que ainda não são líderes, por menor que pareça a participação, é de grande importância. Então, Doglas enumerou 6 passos para uma célula abençoada. São esses:

1 – Devemos entender a dependência de Deus: sem Ele, nada é possível. Ele é o centro de tudo.
2 – Compromisso e disponibilidade: melhor organização do tempo, das tarefas, ter disciplina… É fácil dar desculpas pra não ir por pensar sempre em si (meu descanso, meu tempo, meu lazer), mas devemos nos esforçar para estarmos juntos.
3 – Planejamento: é fácil a percepção de surpresas. Por isso, é sempre bom a programação das músicas, da palavra e diversos outros momentos.
4 – Naturalidade, simplicidade e criatividade: a célula não é lugar para um estudo profundo. Jesus, na maioria das vezes, em sua humildade, não dava grandes ensinamentos pois estava com pessoas simples. Ele entendia o que tinha ao seu redor e as alcançava pela simplicidade e naturalidade.
5 – Meta clara de evangelismo na nossa vida: em nossas células, temos pessoas para cuidar e se relacionar a ponto de mostrar Deus na nossa vida.
6 – Medo do crescimento: claro que deve haver a qualidade, mas também precisamos de metas de pessoas alcançadas e orar a Deus para que Ele acrescente alvos na nossa vida.

Entenda que seu esforço está sendo visto. Precisamos nos colocar inteiramente a disposição de Deus, por mais que nos custe, porque Ele não poupou o Seu melhor e a Sua vida na Cruz.

Confira mais fotos.

Celebração dominical: 4/10

Olá, queridos!

Em nossa última celebração dominical (4/10), recebemos a mensagem do Senhor através do nosso Pastor Carlos Eduardo, que leu as Escrituras em Atos 3:1-7, falando-nos da vida de Pedro e João, que iam para o templo adorar e falar com Deus. Próximo dali, avistaram um necessitado e o ajudaram. Em seguida, Pr. Carlos nos perguntou se éramos discípulos de Jesus e, para melhor respondermos, nos esclareceu a pergunta, em uso da leitura que havia feito do texto.
Inicialmente, um discípulo precisa entender e se perguntar se está tendo um bom relacionamento com Cristo. Pedro e João iam ao templo se relacionar com Ele, fazendo isto 3 vezes ao dia. O relacionamento com Deus é fundamental na vida de um discípulo de Jesus. O compromisso com a oração é que faz toda a diferença em nossas vidas. Depois, nos fez entender que relacionamento gera Compaixão pelas pessoas a nossa volta, principalmente com os necessitados por Jesus. Estes discípulos iam orar, mas entendiam que atender o necessitado era mais importante. Servir a Deus é também, e sobre tudo, servir as pessoas. Os que são discípulos e tem comunhão com Jesus, manifestam a luz da glória de Deus. Pedro disse, olha para nós e o necessitado, viu a Luz da Glória de Deus na vida dos discípulos Pedro e João. Revelar em nós a Luz da glória de Deus é também manifestar autoridade diante do poder que há no nome de Jesus, frente as dificuldades do dia a dia. O poder era de Jesus, mas a mão era de Pedro, diz o texto, e isso aponta para a iniciativa que devemos ter como discípulos de Cristo. Logo, o milagre acontece. Quando isso acontece, a glória é dada a quem por direito. Neste caso, diz as Escrituras, a glória foi dada à Deus, Pois o homem, agora curado, não vai pra casa falar aos seus, antes, se dirige ao templo para agradecer e dar a glória a Deus, reconhecendo que foi Ele e não Pedro, quem operara a cura.

Você é um discípulo de Jesus? Ele quer atuar na sua vida, mas principalmente através dela. Devemos ser sal e luz para as outras pessoas, e fazer com que elas vejam Cristo em nós.

“Buscai, assim, em primeiro lugar, o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas.” Mateus 6:33

Lembrando que no mesmo dia tivemos a multiplicação da célula Videira. Estamos muito felizes por tudo que o Senhor tem nos proporcionado!

Confira mais fotos.

Celebração dominical: 27/9

Ei, turma!

Recebemos muito de Deus no nosso domingo (27/09) através do nosso irmão David Jr. Para iniciar, leu conosco: João 6:67-53 e 60-66, que nos relata um diálogo de Jesus logo após o milagre dos pães e peixes e também após andar sobre as águas.
Quando perguntado como chegou naquele lugar, Jesus os conta que alguns o seguiam, mas não pelo motivo certo. O seguem por terem tudo em suas mãos, pelos sinais que Ele faz e não por ser O Filho de Deus. O seguem por causa dos milagres, e não pelo Deus deles.
Nos dias atuais, muitos tem procurado a Deus e a igreja por causa dos milagres, como se lá fosse o lugar deles. Ofertam em troca de bens materiais e até status na igreja. Medem o tamanho do templo e a quantidade de membros de uma igreja, em vez de olhar o poder que a move. A autoridade no nome de Jesus…
Jesus diz que aqueles que O procuram por interesse, fazem isso pelo motivo errado. Ele é o pão da Vida, e para se achegar a Ele, é preciso ter o coração movido pelo Pai. Os que desejam seguir a Ele, precisam ter compromisso com Seu corpo e Seu sangue. As pessoas, naquele momento, não entendiam por não estarem realmente conectadas a Ele, mas Cristo se referia à cruz e a nova Aliança. Só existe vida no sangue e no corpo do nosso Senhor. Nós somos o corpo, por isso, quanto maior nosso compromisso, maior será o corpo de Cristo, bem como ocorre nas células.
Há poder e vida no sacrifício, e foi assim que Ele nos santificou. Muitos estão atrás de um evangelho fácil e leve, e se esquecem disso. Ao final do texto lido, Cristo pergunta aos que ficaram: “por que tem me seguido?”. E eles, ali, reconheceram que Ele era o Santo de Deus, e que só Ele tinha as palavras de vida eterna.
E você? Por que tens seguido a Cristo?

Confira mais fotos aqui.

Vigília: 19/09

Ei, amigos!

No sábado do dia 19/09, houve na IEC Vale uma mini-vigília. Quem nos trouxe a mensagem foi a nossa querida irmã Marta que se baseou na história de Shaddai e Paladim (Max Lucado).
A história diz que Shaddai era um homem que amava todas as crianças e, por isso, construiu um muro que as separavam da floresta perigosa existente. Um dia, Paladim resolveu observar o muro e se assustou ao ver que havia um grande buraco onde dava pra passar uma pessoa, e logo foi avisar a Shaddai, que o acalmou dizendo que deseja que as crianças fiquem por que querem, e não como obrigação ou imposição. Ele o avisou também que quem passasse pelo muro, não conseguiria voltar. O menino, curioso, voltou ao lugar, que com juras de “dar só uma espiadinha”, acabou indo para o outro lado, sem conseguir voltar. Quando percebeu, gritou por socorro, mas Shaddai já estava a caminho antes de sua súplica, e saiu floresta a fora atrás do seu pequeno amigo.
Com a história, Marta concluiu que devemos amadurecer e caminhar com os mais fracos, ajudar os que estão perdidos na floresta. Deus quer usar nossas vidas em favor disso!
Muitas vezes, nós somos os perdidos. Perdidos em nossas vontades e renúncias. Por isso, precisamos nos posicionar diante de Deus e sermos o sal da Terra, a diferença, atrair as pessoas porque Cristo está em nós! Devemos viver uma vida constante com o Senhor, pois as coisas desse mundo são passageiras.

Confira mais fotos.

Células: 15 à 19/09

Irmãos,

nas células dos dias 15 à 19/09, em continuação da busca do coração perfeito, concluímos que este é confiante.
A palavra “confiança” em hebraico, sugere “jogar-se de um precipício” e ainda assim ter a certeza que não vai sofrer dano. É como uma criança em um lugar alto ao ouvir seu pai dizer que pule. Ela faz, sem antes pensar, pois confia. Claro que, se estamos em uma situação que a única opção é a de pular, a faremos até mesmo por questões de sobrevivência, mas confiança é algo a ser exercido no nosso relacionamento com o Senhor em todo o tempo.
O fato de Deus agir muitas vezes em silêncio, pode gerar o pensamento que estamos no controle de tudo. Já outras pessoas, costumam dizer que o controle de tudo está com Satanás, e Deus apenas reage a este. Porém, confiança é crer que Ele está no controle de tudo, pois só Ele é Soberano!

Quer aprender mais? Visite nossas células.

Confira mais fotos!

Celebração dominical (20/09)

Olá!

Na noite de domingo (20/09) fomos abençoados pela mensagem de Deus que foi transmitida pelo nosso irmão Doglas em 2 Tessalonicenses 1. Ele nos disse que o combustível para vencermos as lutas é o nosso relacionamento com Deus. Uma das formas de reabastecer esse combustível é O ouvindo, muitas vezes, através da Bíblia. No texto, Paulo admira a fé dos Tessalonicenses, que crescia a cada dia. A célula é importante por ser um momento de reabastecer a nossa fé durante a semana.
A igreja de Tessalônica exalava o amor, que é essência de Deus. Os homens acabaram deturpando o sentido deste, tornando-o uma moeda de troca. O amor de Deus é sacrificial, não depende do que façamos. É um amor de decisão e atitude: devemos decidir amar o próximo e ter com ele atitudes de amor. Quando aprendemos a amar dessa forma, se torna mais fácil vencer as lutas.
Fomos lembrados que nossa maior conquista como cristãos não são os bens que possuímos, visto que são alegrias momentâneas, mas sim passar pelas lutas com fé e amor. Independente do sofrimento que venhamos passar neste mundo, não podemos comparar com o prazer e a glória de estarmos um dia no céu com Cristo.

Jesus não fugiu da luta: Ele subiu na cruz e se entregou por nós por amor, por isso, seremos sempre mais que vencedores!

Faça-nos uma visita! Confira mais fotos.